Conheça a câmera-drone em forma de bracelete que volta voando para você depois de fotografar

Por Hypeness

E se você pudesse ter um fotógrafo particular onde quer que fosse? E se os ângulos das fotos fossem além do ângulo do selfie? O Nixie é um conceito ambicioso que une as ideias de câmera fotográfica, drone e bracelete. Um dos finalistas do projeto Make It Wearable (“Torne vestível”, em português), realizado pela Intel, o projeto permite revolucionar a forma com que você tira fotos, seja em momentos tranquilos ou durante as mais diversas aventuras.

O drone possui hélices flexíveis, que podem ser presas ao pulso. No centro, uma câmera está pronta para tirar fotos em alta definição, e sincronizá-las com o smartphone, assim que o gadget se soltar e voar. No ar, imagens são capturadas dos mais inusitados ângulos, rendendo resultados incríveis e, ao finalizar as fotos, o drone volta como um bumerangue, prendendo-se novamente ao pulso.

nixie7

O que poderia ser mais um gadget vindo do mundo de Harry Potter é, na verdade, um conceito plausível e que vai deixar você de queixo caído. Ainda em desenvolvimento, o Nixie é o foco de um time de especialistas em engenharia, física e ciência da computação, que pode revolucionar a ideia de tirar fotos. Se você acha que uma GoPro é incrível, dê o play no vídeo acima:

nixie9 nixie8 nixie6 nixie5 nixie4 nixie3 nixie2

(via Hypeness)

13 ideias minimalistas que provam que não é preciso muito para impressionar

Por Maria Luciana Rincón

1 – Estas latinhas que, além de mostrar a cor da cerveja que está dentro delas, revela quais são elas no sistema Pantone
latinhas-de-cerveja-10133003903190

2 – Este conjunto “auto-organizável” de facas
facas-dentro-de-facas-10133203170191

3 – Esta embalagem sensacional de leite
leite-espacial-10133255296192

4 – Este cartão, que traz todas as informações necessárias
cartao-criativo-10133329124194

5 – Este relógio maneiro, que fica visível de dia e de noite, mas sem poluir o ambiente
relogio-de-parede-10133406328195

6 – Esta capa do livro “1984”, de George Orwell
capa-de-livro-minimalista-10133444672196

7 – Este interruptor discreto e funcional
interruptor-funcional-10133524204197

8 – Este jogo de xadrez diferentão, mas muito legal
jogo-de-xadrez-10133556626198

9 – Este relógio de pulso incrível, que só mostra o que precisamos saber
relogio-de-pulso-10133631596199

10 – Esta churrasqueira que, quando não está em uso, ocupa um mínimo de espaço
churrasqueira-minimalista-10133702783200

11 – Este baralho lindo
baralho-minimalista-10133738825201

12 – Esta lápide, que diz tudo sem dizer nada
lapide-muito-legal-10133816616202

13 – Esta pia, que não poderia ser mais minimalista
pia-minimalista-10133858297203

A regra das 5 horas transforma pessoas comuns em pessoas de sucesso

Por Awebic

Você trabalha duro dia após dia, mas nunca vê uma melhoria de longo prazo.

Você se sente preso na sua condição atual, incapaz de avançar ou progredir.

Você vê amigos e colegas indo em frente e sendo promovidos, e se questiona por que é diferente com você.

Se isso te soa comum, então você precisacomeçar a praticar a regra das 5 horas.

Seguida por pessoas de sucesso ao redor do mundo, incluindo Bill Gates, Oprah Winfrey, e Mark Zuckerberg, essa simples regra pode ajudar a te transformar de uma pessoa comum em uma pessoa bem sucedida.

Leia mais para descobrir exatamente o que a regra envolve e como você pode colocar em prática no seu dia a dia.

Invista 5 horas na semana em aprendizado deliberado.

A regra das 5 horas envolve investir 5 horas na semana, ou 1 hora por dia, focado em aprendizado deliberado.

regra-5-horas-awebic-1

Isso significa reservar esse tempo para dar toda a sua atenção ao aprendizado e ao desenvolvimento, sem se distrair por outro trabalho.

O aprendizado pode acontecer de várias formas e uma mistura destes formatos dará a você uma experiência mais equilibrada.

Leitura

A leitura é um hábito de muitas pessoas bem sucedidas e é uma maneira fácil e conveniente de aprender.

Tente manter um livro na sua bolsa o tempo todo e defina objetivos de leitura a cada semana. Você poderia tentar ler um capítulo por dia ou um certo número de livros por mês.

A ampla disponibilidade de livros eletrônicos torna a leitura possível onde quer que esteja.

Bill Gates é um famoso defensor da leitura e lê cerca de 50 livros por ano, encara a leitura como uma das principais maneiras que aprender.

regra-5-horas-awebic-2

Reflexão

A reflexão é uma parte fundamental do aprendizado.

Tentar consumir muita informação sem refletir sobre isso pode levá-lo a sentir-se sobrecarregado e impossibilitar que você obtenha novas habilidades.

É importante que seu tempo de reflexão seja estruturado ou você pode acabar se distraindo.

Tente manter um diário, o que lhe permitirá refletir sobre o que você aprendeu através da leitura. Isso também lhe dará a chance de pensar sobre as lições que você aprendeu recentemente durante o trabalho e desenvolver idéias que você tem para o futuro.

Experimentação

A experimentação é essencial se quiser progredir na vida.

Reserve algum tempo a cada semana para testar novas teorias ou idéias, por mais loucas que sejam.

Alguns dos produtos mais bem sucedidos do mundo surgiram como resultado da experimentação.

A inovação nunca vem de fazer o mesmo repetidamente. Mesmo que seu experimento falhe, você aprenderá lições valiosas.

regra-5-horas-awebic-3

Não confunda trabalho com aprendizado

É fácil confundir trabalho com aprendizado, e é assim que você pode acabar se sentindo preso.

Você pode pensar que trabalhar por 40 horas por semana deve ser suficiente para você ver melhorias, mas isso raramente é o caso.

Enquanto você está concentrado nos problemas do dia-a-dia, você não está se dando tempo para se desenvolver e crescer.

A regra de 5 horas é sobre o aprendizado deliberado, não sobre trabalhar todos os dias e esperar que você possa aprender alguma coisa.

Defina metas específicas de aprendizagem e determine tempo para alcançá-las, e você verá uma grande evolução.

Foco na melhoria, não apenas na produtividade

Você pode acreditar que quanto mais produtivo você for, mais bem sucedido você será.

A produtividade desempenha um papel importante no sucesso, mas não é nada sem aprendizagem ao longo da vida.

Se você estiver constantemente focado em seu trabalho atual, ao invés de melhorar a longo prazo, você nunca verá muito desenvolvimento.

Pode ser difícil dedicar-se cinco horas por semana para aprender e não ter uma recompensa imediata, mas você vai se agradecer a longo prazo.

Tente olhar para além do seu salário e dedicar tempo para se tornar a melhor versão possível de você.

Inspire-se em alguns dos empreendedores mais bem-sucedidos do mundo e passe 5 horas por semana na aprendizagem deliberada. Em breve você estará nos anos luz à frente de seus amigos e colegas, e bem no seu caminho para o sucesso.

(via Awebic)

Você sabia que o Cobogó é Brasileiro

Por Arquiteta

Os “elementos vazados”, mais conhecidos como “cobogós”,  funcionam como componentes arquitetônicos que tem por finalidade proporcionar ventilação e iluminação natural permanente, bem como proteção solar.

fce34398

Esses elementos arquitetônicos foram criados na década de 1920, na cidade de Recife/PE, por Amadeu Oliveira Coimbra (português), Ernesto August Boeckmann (alemão) e Antônio de Góis (brasileiro), sócios de uma fábrica de tijolos.

CF004811

A inspiração surgiu da arquitetura árabe e indiana, influenciados pelos “muxarabis”, que são elementos construídos em painéis vazados de madeira, utilizados para fechar parcialmente os ambientes internos, permitindo privacidade aos usuários e passagem de luz e ventilação natural. Já os cobogós são blocos vazados de concreto ou cerâmica, aplicados principalmente em fachadas e muros.

h0354b1

Para quem não sabe, a origem do nome “cobogós” deriva da junção das sílabas iniciais do sobrenome de seus criadores, COimbra, BOeckmann e GÓis (“CO-BO-GÓ”).

Na arquitetura brasileira do período colonial, já existia um elemento arquitetônico semelhante, de origem portuguesa. Este elemento era formado por ripas horizontais e verticais em madeira, aplicados no vão das janelas, conhecido como “Gelosias” ou “Rótula”, também inspirados pelos muxarabis árabes.

jc-arquitectura-juan-carral-estudios-donceles-divisare-150601112684ngk

O Edifício Caixa D`Água, em Olinda, construído em 1934, é considerada a primeira edificação com aplicação destes componentes no Brasil.

No período modernista, os arquitetos Lúcio Costa, Affonso Eduardo Reidy e Oscar Niemeyer difundiram o uso dos cobogós na arquitetura brasileira, principalmente em edifícios residenciais.

CF004811

O Código de Obras de 1960 da cidade de Brasília contribuiu para essa difusão, pois exigia a utilização de elementos vazados para ocultar os compartimentos menos nobres das edificações. Por isso, metade dos edifícios construídos na referida cidade na década de 60 a 70, possuem cobogós como elementos de vedação.

(via Arquitetapage)

TACO_CG-13_copy IMG_7150 cc4ecee35d51e77a74d259a536408e32 b762ea418c4738d3a050627bdc0df079 arq_51893 1332776420_parqueguinle_arqluciocosta

Eu posso, sim, cortar pessoas da minha vida para sempre

Por  Marcel Camargo

Cortar quem nunca sabe elogiar, quem nos usa como segunda opção, quem é maldoso, quem regula amor. E, quando lhe disserem que você não pode cortar as pessoas da sua vida, apenas responda: “ah, tá”.

Corbis-42-52028658-480x385

Há uma ideia geral de que não podemos simplesmente tirar de nossas vidas as pessoas que já fazem parte dela. No entanto, quem há de negar que manter alguém que azucrina e não agrega nadica de nada só traz decepção? Logicamente, ninguém é perfeito e teremos, em muitos momentos, que tentar entender o outro, analisando se o erro não estará justamente em nós. Ainda assim, existem pessoas que não deverão continuar junto, simplesmente porque nunca estiveram junto de fato.

Cortar quem nunca sabe elogiar, apenas criticar e ridicularizar sutilmente. Existem pessoas que não sabem fazer outra coisa a não ser falar o que temos de negativo, como se somente enxergassem o nosso pior. Precisamos de alguém que nos alerte para nossos comportamentos indesejáveis, mas não é somente o indesejável que faz parte de nós. Se nada tivermos de bom para o outro, então que nos deixe em paz.

Cortar quem nos usa como segunda opção. Se nunca somos lembrados para as horas de lazer e de descontração, se nunca recebemos uma mensagem, que seja um “oi”. Se nunca somos a primeira opção, mas sempre o amigo estepe, é hora de repensar o relacionamento. Ninguém poderá estar disponível nas vinte e quatro horas do dia, porém, quem nunca dá o ar da graça não sente nossa falta. Fato.

Cortar quem é maldoso. Gente ruim não deve ter espaço perto de quem não prejudica ninguém, de quem tem a história limpa, de quem erra querendo acertar, querendo o melhor, sem pisar ninguém nesse percurso. Existem pessoas que fazem do veneno seu meio de vida, espalhando boatos, puxando tapetes, traindo a lealdade de quem quer que seja. Nossa energia não deve ser maculada por quem não sabe ser feliz e trama todo dia pela queda do outro. Cortemos.

Cortar quem regula amor. Uma das piores coisas que existem é a mendicância afetiva. Ter que implorar por carinho, por atenção, por ser visto, escutado, percebido, isso é humilhante demais. Jamais o medo da dor do rompimento poderá ser maior do que a dignidade de exigir reciprocidade afetiva. Alguns só conseguirão distribuir esmolas sentimentais; outros, nem isso. Passe longe.

Poucos serão os momentos em que poderemos desfrutar daquilo que realmente nos faz bem, de lazer, de convívio sincero. Não dá para gastar tempos preciosos com gente à toa, que não muda, que não quer ser ajudada, que só quer mesmo é ferrar com tudo e com todos. Quando lhe disserem que você não pode cortar as pessoas da sua vida, apenas responda: “ah, tá”.

(via Psicologias do Brasil)

Balduíno IV a história do Príncipe Leproso que se tornou rei de Jerusalém

Por Maria Luciana Rincón

Você se lembra do enredo do filme “Cruzada”, de Ridley Scott, que foi lançado em 2005? Um dos personagens do longa é Balduíno IV, Rei de Jerusalém, uma figura que, no decorrer da trama, aparece vestindo roupas que cobrem completamente seu corpo e uma máscara de ferro que oculta seu rosto — desfigurados pela lepra.

Lembra desse filme?
cruzada-de-ridley-scott-20193219473810

Pois esse cara existiu na vida real e, ao contrário do que vemos no filme, existem registros que sugerem que Balduíno não escondia a sua condição de ninguém, não. Outra coisa importante a se ter em conta é que ele ocupou uma posição extremamente importante — afinal, ele se tornou Rei de Jerusalém, uma terra que já era disputada por cristãos e muçulmanos — em uma época em que não só a lepra não tinha cura, como os doentes eram superestigmatizados. Portanto, Balduíno deve ter sido alguém com uma personalidade e uma força extraordinárias.

Vi-vua-mac-benh-hui-va-su-kiet-xuat-khien-ke-thu-khiep-so-baldwin-1-1507515950-width900height600

Proteção real

Balduíno nasceu em Jerusalém em 1161 e era um dos filhos do Rei Amalrico I, da casa Anjou, uma família de nobres de origem francesa que teve grande influência durante a Idade Média e participou ativamente nas Cruzadas e no estabelecimento dos estados cristãos na Terra Santa. Até onde se sabe, Balduíno começou a mostrar os primeiros sinais de ter a doença quando tinha por volta de 9 anos de idade e notou enquanto brincava com os amigos que não percebia o toque nem sentia dor no braço direito — mesmo quando a pele era beliscada.

Coroação de Balduíno IV
coroacao-de-balduino-iv-20193553429814

O diagnóstico foi feito em seguida, e Balduíno, na verdade, foi beneficiado por ser filho do Rei. Naquela época, a lepra não tinha cura e, de modo geral, representava uma sentença de morte — lenta e solitária para quem sofria da doença. Se não fosse príncipe (e se Amalrico fosse do mal, como muitos monarcas que existiram na História), Balduíno teria sido condenado a viver em uma colônia para leprosos e moribundos.

Uma das muitas ilustrações que retratam as batalhas pela Terra Santa
cena-de-batalha-20193824902817777777777777

No entanto — e para a surpresa dos muçulmanos que habitavam na região de Jerusalém —, o príncipe não só permaneceu na corte, como cresceu como qualquer jovem. Balduíno foi bem educado e, desde cedo, demonstrou ser muito inteligente e também foi treinado nas artes da guerra. Aliás, mesmo doente de lepra, dizem que ele era um excelente cavaleiro. Então, em 1174, quando Balduíno tinha apenas 13 anos de idade, seu pai, Amalrico, morreu, e ele foi coroado.

História conturbada

O Primeiro Reino de Jerusalém foi estabelecido em 1099, após o fim da Primeira Cruzada, e Balduíno subiu ao trono apenas 75 anos depois de os franceses terem conquistado o controle da Terra Santa. Assim que foi coroado, Balduíno viu seu reino ameaçado por Saladino, um poderoso sultão cuja influência se estendia do Egito à Síria.

Antiga ilustração mostrando Saladino
ilustracao-mostrando-saladino-20193339287812

No início, como era jovem demais para reinar, o garoto foi auxiliado por Raimundo III, Conde de Trípoli, que atuou como regente até 1176. Entretanto, depois de assumir o seu papel como rei, como sua saúde continuava se deteriorando, Balduíno era obrigado a apontar diferentes regentes periodicamente, e essa situação deu origem a desequilíbrios e brigas pelo poder — que, por sua vez, contribuíram para desestabilizar a posição do rei.

Contudo, ainda que com essas dificuldades todas, enquanto pôde Balduíno manteve sua posição e lutou com todas as forças para evitar que Saladino conquistasse Jerusalém, inclusive indo para as linhas de frente com seu exército. Um de seus feitos mais impressionantes aconteceu no final de 1177, quando o sultão iniciou uma marcha do Egito a Ascalão — um dos condados que faziam parte do Reino de Jerusalém — com o propósito de atacar a localidade.

Balduíno IV retratado liderando suas tropas
Balduíno IV na batalha de Montgisard (1)

Segundo registros históricos, apesar de Balduíno e seus exércitos ficarem encurralados — e, de acordo com as lendas, ele somente conseguir segurar as rédeas de seu cavalo com uma das mãos —, o Rei liderou seus soldados e, com a ajuda das tropas de Reinaldo de Châtillon (uma figura controversa da época) e dos Cavaleiros Templários, conquistou uma vitória surpreendente sobre Saladino próximo a Montgisard.

Sucessão e morte

A vitória em Montgisard rendeu uma trégua de 2 anos entre Balduíno e Saladino em 1180, mas, assim que o período estabelecido terminou, o sultão voltou ao ataque. Devido a seus problemas de saúde, Balduíno acabou não deixando herdeiros e, com a deterioração de seu estado e a ameaça dos muçulmanos se intensificando, começaram as tensões para definir quem seria seu sucessor.

Cena do filme “Cruzada”, de Ridley Scott
cena-do-filme-cruzada-20193937985819

Então, em junho de 1183, Saladino capturou Aleppo, completando o cerco a Jerusalém. Balduíno ainda chegou a liderar mais uma batalha — carregado em uma maca —, mas, no fim, o Rei reconheceu que já não havia mais sentido em continuar lutando. Assim, em uma tentativa de manter alguém da família no trono, Balduíno abdicou e corou seu sobrinho, Balduíno V, filho de sua irmã Sibila com Guy de Lusignan, em novembro de 1183, nomeando Raimundo de Tripoli e Joscelino III de Edessa como guardiões do menino.

Saladino, no filme “Cruzada”
ator-interpretando-saladino-20193449319813

Balduíno IV, o Rei Leproso, morreu em 1185, com apenas 24 anos de idade, e Saladino teria guardado luto em respeito ao rapaz. Balduíno V morreu menos de 1 ano depois, e Sibila e Guy assumiram o trono. Mas, após uma série de campanhas malsucedidas contra as tropas de Saladino, a maior parte do Reino de Jerusalém acabou caindo nas mãos do sultão em 1187.

Balduino IV

Apesar dos pesares, em vez de Balduíno IV ser condenado ao ostracismo, ser desprezado por seu povo e se render por causa de sua terrível doença, ele liderou exércitos e venceu batalhas contra inimigos mais numerosos e incrivelmente poderosos, demonstrando uma bravura e uma força de vontade que acabaram por conquistar o respeito de todos. Seu reinado foi breve, mas sua personalidade e bravura garantiram que seu nome ficasse marcado na História.

(via Mega Curioso)

Azul anuncia serviço para fazer compras nos EUA e recebê-las em até cinco dias

Por Alessandro Feitosa Jr.

Quem faz compras no exterior sabe que às vezes é um perrengue receber os produtos – seja por que ele ficou parado em Curitiba ou por alguma burocracia com a alfândega. Acontece também de algumas lojas não entregarem no Brasil. A Azul anunciou nesta semana um serviço chamado Azul Box, que promete cuidar de todos os trâmites e levar o pacote para a sua casa em até cinco dias em qualquer lugar do país.

azul-linhas-aereas

O serviço começará a funcionar a partir deste mês e funciona assim: o consumidor realiza um cadastro no site da Azul Box e, depois, pode realizar compras nas lojas online americanas. Na hora de especificar para onde vai o produto, será preciso colocar o endereço do depósito da Azul Box, que fica em Miami.

Quando o produto chegar no depósito, você fará o pagamento da taxa de envio e ele seguirá seu caminho até a sua casa. A taxa de envio da Azul é cobrada em dólar e leva em consideração peso e as dimensões do produto.

Para ver se valerá a pena todo esse esquema, a Azul Box tem em seu site uma calculadora de envio. Lá você simula o custo do serviço e também o valor dos impostos que precisará pagar – o esquema é de impostos pré-pagos, o cliente já paga para a Azul Box que faz o repasse para a Receita. Segundo a companhia, esse modelo foi adotado para evitar problemas na cobrança no destino.

Existem alguns itens que não podem ser enviados pela Azul Box, o que inclui animais vivos e restos humanos (inclusive cinzas). Pornografia, tabaco, dinheiro, medicamentos e jogos de azar também não.

Ah, e parece que a Amazon vai usar o Azul Box.

(via Gizmodo)

Casa autossuficiente produz toda comida e energia necessária para seus habitantes

Por Hypeness

Quando se pensa em casas autossustentáveis, muitas vezes pode surgir a ideia de que elas não funcionam bem em cidades grandes. O casal australiano Geoff Carroll e Julie Young quis desafiar esse raciocínio, e se deram muito bem com sua casa em Alexandria, na região metropolitana de Sidney.

Aquas-Perma-Solar-Firma-by-CplusC-Architectural-Workshop-1-1020x610-e1523651748692

Os dois trabalham em uma empresa que ajuda os clientes a lidar com os desafios da hiperurbanização e das mudanças climáticas, e decidiram aplicar suas preocupações com a sustentabilidade ao próprio lar. Seguindo o conselho do arquiteto contratado, demoliram a casa anterior e construíram uma nova do zero.

Aquas-Perma-Solar-Firma-by-CplusC-Architectural-Workshop-2-1020x610-e1523651752499

Isso porque a construção anterior, da década de 80, tinha tinha pouco espaço externo e não era muito eficiente quanto à temperatura. A nova casa conta com um jardim interno que aumenta a iluminação em vários cômodos, e o que era uma garagem para carros se transformou em jardim de permacultura.

Aquas-Perma-Solar-Firma-by-CplusC-Architectural-Workshop-3-1020x610-e1523651756133

Por lá, uma mini lagoa cheia de peixes garante que o ecossistema do jardim vertical esteja sempre em ordem. O ciclo é completado pelas plantas que filtram a água. A casa conta também com um galinheiro, que faz parte de outro ciclo: o casal se alimenta de produtos colhidos na própria horta, e divide parte da comida com as galinhas, que lhes provêm ovos e fertilizam a terra.

Geoff conta que ele e Julie costumam passar 10 minutos por dia cuidando das galinhas e dos peixes, e cerca de uma hora por semana acertando detalhes na horta e colhendo os alimentos frescos e prontos para consumo.

Aquas-Perma-Solar-Firma-by-CplusC-Architectural-Workshop-4-1020x610-e1523651761289

Há também uma corrente que liga a calha a um tanque que armazena a água da chuva, que é usada na lavanderia, nos banheiros e no jardim. Além disso, um sistema não-elétrico aquece a água usada na residência, e um conjunto de placas de captação de luz solar produz mais energia do que o casal costuma gastar por mês. Geoff se diz satisfeito com o lar, e garante que cuidar de tudo dá menos trabalho do que se pode imaginar: “Um sistema bem planejado praticamente cuida de si mesmo”.

Aquas-Perma-Solar-Firma-by-CplusC-Architectural-Workshop-5-1020x610-e1523651765935 Aquas-Perma-Solar-Firma-by-CplusC-Architectural-Workshop-6-1020x610-e1523651770758 Aquas-Perma-Solar-Firma-by-CplusC-Architectural-Workshop-9-1020x610-e1523651733178 Aquas-Perma-Solar-Firma-by-CplusC-Architectural-Workshop-12-1020x610-e1523651739484

(via Hypeness)

7 hobbies que te deixam mais inteligente segundo a ciência

Por Awebic

Durante vários séculos, os humanos acreditaram que seus talentos só poderiam ser dádivas de Deus. Eles pensavam que nascíamos com um certo nível de QI e pronto.

Hoje nós podemos calcular o QI até mesmo de animais!

A ciência revelou que nós podemos fazer um ajuste fino em nossa inteligência e aumentar nossa capacidade.

Aprender novas habilidades ajuda nosso cérebro a desenvolver caminhos neurais que beneficiam seu funcionamento.

Nós reunimos 7 hobbies que aumentam seu QI, provados pela ciência.

Confira:

1. Tocar um instrumento musical
20180404-awebic-hobbies-que-te-deixam-mais-inteligentes-2

Uma pesquisa sugere que tocar um instrumento regularmente muda a forma e o poder do cérebro, e pode ser usado em terapias para melhorar habilidades cognitivas.

Esta é a atividade mais importante de todas, uma vez que tem os melhores efeitos. Ela aumenta sua imaginação, seu poder de observação, comunicação, matemática, etc.

Muitas pessoas afirmam que participar de equipes esportivas tem o mesmo efeito no cérebro.

Porém, uma área em particular onde este hobby supera todos os outros é: ele fortalece o corpo caloso, que forma uma ligação entre os hemisférios do nosso cérebro.

Isso beneficia nosso poder de memorização, funcionamento do cérebro, habilidades de execução, etc.

2. Ler qualquer coisa
20180404-awebic-hobbies-que-te-deixam-mais-inteligentes-4

Não é por acidente que estes indivíduos altamente bem-sucedidos leem ficção. E as pesquisas mostram que não é só por diversão.

Eu sou um grande fã deste ponto em particular. A leitura é terapêutica de diversas maneiras.

Sejam As Crônicas de Gelo e Fogo, O Senhor dos Anéis ou a revista de negócios mais recente, o efeito é o mesmo. A leitura ajuda a acalmar os nervos.

Esta atividade agrega nos 3 tipos de inteligência – cristalizada, fluida e emocional.

Ela ajuda a amarrar as informações, resolver problemas, navegar melhor pelos problemas, reconhecer padrões, entender os seres humanos, etc.

No mundo dos negócios, é uma excelente habilidade para um profissional de Recursos Humanos.

3. Exercitar-se regularmente
20180404-awebic-hobbies-que-te-deixam-mais-inteligentes-6

Foi realizada uma revisão de estudos que avaliaram os efeitos de crises agudas de atividade física no desempenho cognitivo dos adultos.

Você não pode fazer 20 flexões a cada três meses e esperar resultados. Não.

A chave é a regularidade. Você não precisa fazer uma sessão de exercícios extrematodos os dias mas, mesmo se for 15 minutos por dia, faça.

O exercício carrega as células com Fator Neurotrófico Derivado do Cérebro (BDNF, do inglês Brain-derived neurotrophic factor), melhorando sua memória, concentração e compreensão.

Importante ressaltar que, se você ficar sentado por muito tempo, isso fará mais mal do que bem. Portanto, faça um revezamento.

4. Aprender um novo idioma
20180404-awebic-hobbies-que-te-deixam-mais-inteligentes-3

Ao invés de passar o dia fazendo palavras cruzadas, aprenda um novo idioma. Estudos afirmam que aqueles que falam mais de um idioma são mais dispostos a resolver enigmas do que outros.

Isso faz um ajuste fino no cérebro e deixa sua memória mais afiada. Até suas habilidades de organização serão afetadas positivamente.

Isso também ajuda seu currículo significativamente. Muitos empregos exigem que você saiba um idioma além da sua língua materna.

Portanto, é uma situação vantajosa para tudo.

5. Testar sua aprendizagem cumulativa
20180404-awebic-hobbies-que-te-deixam-mais-inteligentes-5

A maioria de nós está familiarizada com o conceito de memorizar uma infinidade de páginas antes de um exame. Frequentemente, nós esquecemos desta informação logo depois, pois não precisamos dela.

Quando você aprende um novo idioma, por exemplo, sua inteligência aumenta porque isso exige aprendizado cumulativo.

Você aprende palavras, pontuações e sintaxe em grande volume e precisa da repetição para reter a informação.

Se você usar esta técnica no seu dia-a-dia, será significativamente beneficiado. Mantenha um livro de bolso para anotar as coisas de importância, e continue revisando esses trechos em seu tempo livre.

6. Exercitar seu cérebro
20180404-awebic-hobbies-que-te-deixam-mais-inteligentes-7

Qualquer coisa que exercite seu cérebro: jogos de mistério, palavras cruzadas, enigmas, etc., melhora a neuroplasticidade.

Em palavras mais simples, permite que o cérebro se organize melhor.

Se as células nervosas diferem em sua resposta, nosso horizonte mental se alarga. Nos ajuda a ver a relação causal de emoções e aprimora significativamente nossas habilidades cognitivas.

A neuroplasticidade, envolvida em deficiências como zumbido, pode até nos ajudar a combater algumas condições como estresse e depressão.

7. Meditar
20180404-awebic-hobbies-que-te-deixam-mais-inteligentes-1

O jornal The Wall Street Journal publicou “Procedimentos da Academia Nacional de Ciências”. Falava de quando o cientista Richard Davidson conduziu um experimentosobre o Dalai Lama e seus companheiros monges.

Ele queria testar se determinadas ondas mentais podiam ser produzidas sob demanda. Enquanto meditava, quando solicitado que se concentrasse na compaixão, Davidson encontrou todas elas em estados profundos de compaixão.

maior impacto da meditação é a manipulação de suas emoções.

Você pode ajudar seu cérebro a se reprogramar e trazer qualquer sentimento para a ação, sempre que precisar. Isso faz um ser humano mais forte.

Nós vemos como todos estes hobbies afetam nosso cérebro, por isso podemos usá-los com inteligência para sermos melhores e uma versão mais eficientes de nós mesmos!

(via Awebic)