Goianos são selecionados para corrida de carros sem motor da Red Bull

Por Olho Comunicação 

>>Equipe “Rei do Gado” está entre os 70 finalistas do Red Bull Ladeira Abaixo 2019, que acontece neste domingo (14), em São Paulo

>> Competição dará ao primeiro colocado uma visita com tudo pago à fábrica da Red Bull Racing, na Inglaterra

Equipe Rei do Gado (crédito - Bianca Cruz) (2)

Neste domingo (14), Goiás estará representado na corrida mais louca do mundo, a Red Bull Ladeira Abaixo 2019. Isso porque a equipe “Rei do Gado” se destacou entre mais de dois mil projetos inscritos e agora integra a lista dos 70 projetos mais criativos, que irão descer uma ladeira da capital paulista. Na ocasião, os competidores deverão completar o circuito proposto no menor tempo possível, movidos apenas à força da gravidade, e pilotando o carrinho sem motor desenhado e construído pelos próprios participantes.

Equipe Rei do Gado (crédito - Bianca Cruz) (1)

Formada por Augusto César, Leandro Candido, Bianca Cruz e Rômulo Ulhoa, a equipe goiana apresentará um projeto inspirado na cultura da criação de gado. “Estaremos com um integrante fantasiado de Rei do Gado e os demais de vaca. Por ser um evento em outro estado, queríamos algum tema regional. Apesar de saber que a cultura goiana vai bem além disso, acreditamos que ficou uma forma original, regional e engraçada de representá-la”, explica o profissional de marketing Augusto César.

Até o momento, o grupo investiu cerca de R$ 3 mil nas etapas de serralheria, construção e decoração do veículo, cujas dimensões não devem ultrapassar 2 metros de largura, 4 metros de comprimento e 2,5 metros de altura. Em contrapartida, eles contam com o apoio do Paim Grill Bar e Restaurante, da GJX Corretora de Seguros, da Imprilux Comunicação Visual e da Odorata Beleza & Cuidados, que toparam patrocinar a equipe neste desafio.

“Além de um dos nossos integrantes ser estudante de engenharia, trocamos ideias com outras equipes mais experientes, mas estamos nos baseando que há 50 anos nossos pais já brincavam de rolimã. Não deve ter tanto segredo montar um carrinho que desce uma ladeira sem motor”, brinca Augusto César.

Conforme o regulamento, todas as equipes e seus veículos devem chegar em São Paulo até a data limite de 12 de abril. No dia seguinte, os carrinhos serão inspecionados por um grupo de juízes e especialistas, em termos de capacidade de circulação e conformidade de engenharia. No dia da competição, o comando do volante será assumido por Augusto César, que contará com o apoio do copiloto Leandro Candido. Já Bianca Cruz e Rômulo Ulhoa integrarão a equipe de box, que ficará responsável por empurrar o carrinho até a linha de largada.

Os competidores serão avaliados pela criatividade do projeto e originalidade do veículo, velocidade da pilotagem e também pela personalidade e performance da equipe. A primeira colocada ganhará uma visita com tudo pago à fábrica da Red Bull Racing, na Inglaterra; enquanto a segunda será contemplada com ingressos para assistir ao GP Brasil de F1, em Interlagos, no mês de novembro; e a terceira uma camiseta oficial da Red Bull Racing.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>