IV Fronteira Festival divulga programação completa

Por Geórgia Cynara

Debates, residência crítica e masterclasses completam a intensa programação de mostras competitivas internacionais e mostras especiais não competitivas, de 12 a 21 de abril, no Cinema Lumière do Banana Shopping

site_programação completa

A programação do IV Fronteira – Festival Internacional do Filme Documentário e Experimental, além dos 98 filmes de 26 países distribuídos em mostras internacionais competitivas e mostras especiais não competitivas, contempla ações de formação, como debates, masterclasses e a quarta edição da residência Estado Crítico. As atividades estão distribuídas entre os dias 12 e 21 de abril de 2018, no Cinema Lumière do Banana Shopping, no Centro de Goiânia. Os ingressos podem ser adquiridos a R$8 inteira, R$ 4 meia e R$ 70 o passaporte para todas as sessões.

O festival é realizado pela Barroca Filmes, com recursos do Fundo Nacional da Cultura, apresentação da Secretaria do Audiovisual do Ministério da Cultura, Fundo de Arte e Cultura do Estado de Goiás, Seduce e Governo de Goiás, e patrocínio da rede Cinemas Lumière.

Formação – Dentro das ações de formação do IV Fronteira, acontecem as materclasses com o pesquisador italiano Adriano Aprà sobre a obra de Roberto Rossellini (14 e 15 de abril, sábado e domingo, das 9 às 12h) e com o realizador e preservador audiovisual canadense Stephen Broomer sobre a própria obra (16 de abril, segunda, das 9h às 12h). As masterclasses acontecem no Cinema Lumière do Banana Shopping, sede do festival.

Debates – A programação traz debates sobre questões urgentes de linguagem e contexto político-histórico pertinentes ao cinema contemporâneo. No domingo, 15 de abril, após a sessão da Mostra Especial: Às Primaveras que Virão (16h), os realizadores e pesquisadores Marcelo Soldan, Mateus Ferreira e Tatiana Leal debatem sobre os filmes exibidos, que revelam a desobediência e os questionamentos, em linguagem e postura política, de cineastas-cidadãos em busca de um mundo diferente.

No dia 18 de abril (quarta), após a Mostra Especial: Experimentos da Diáspora Africana (14h20), os professores, pesquisadores e realizadores Ádria Borges, Rei Souza, Ceiça Ferreira e Amaranta César debatem sobre o conjunto de poéticas pós-coloniais dos negros sobre si, suas imagens e o mundo, exibido na sessão.

No último dia do festival, 21 de abril, após a Mostra Especial Cadmo e o Dragão, os realizadores e representantes goianos dos filmes exibidos na sessão, Larry Sullivan, Daniel Nolasco, Rafael de Almeida, Lucas Matheus e Silvana Belini, debatem sobre suas produções e sobre o fazer cinema de invenção no estado.

Mesa-redonda – O IV Fronteira discute a importância da preservação audiovisual na mesa Memória e Preservação, na terça dia 17 de abril, das 14 às 15h30, no Teatro Sonhus do Espaço Sonhus, com a participação dos preservadores e realizadores audiovisuais  Hernani Heffner (Brasil), Stephen Broomer (Canadá) e Sami Van Ingen (Finlândia) e mediação do professor de cinema do IFG Renato Naves Prado.

Estado Crítico – De 17 a 20 de abril, das 9 às 12h, no Cine Sonhus do Espaço Sonhus, o festival promove a Estado Crítico: Residência de Crítica de Cinema, com os críticos e curadores Ela Bittencourt e Victor Guimarães e a participação de 12 críticos residentes.

Mostras competitivas internacionais – Os oito longas e 18 curtas-metragens de 20 países integrantes das mostras competitivas concorrem aos prêmios de Melhor Filme e Prêmio Especial do Júri em cada categoria. O júri oficial é composto pela professora e pesquisadora de cinema da Universidade Federal do Recôncavo Baiano, Amaranta César; pelo cineasta canadense Stephen Broomer; e pelo conservador-chefe da Cinemateca do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, Hernani Heffner.

O festival prevê ainda participação de um júri jovem, composto por quatro estudantes de Cinema e Audiovisual do Instituto Federal Goiano e da Universidade Estadual de Goiás. Os estudantes também concedem prêmios aos melhores filmes. Também serão premiados os melhores curta e longa segundo o júri popular do festival.

Mostras especiais – Além das competitivas de curtas e longas-metragens, o festival prevê mostras especiais não competitivas, com comentários de realizadores, professores e críticos de cinema. São elas: Atualidade Rossellini, Cineastas na Fronteira – Lee Anne Schmitt + Stephen Broomer, Cadmo e o Dragão, Às Primaveras que Virão, Experimentos da Diáspora Africana, Visões da Destruição, Exibições especiais e Sessão especial com acompanhamento ao vivo da Onomatorquestra, além das sessões de abertura e encerramento do festival.

Abertura e encerramento – A sessão de abertura, dia 12 de abril, às 20h, conta com a exibição de 165708, curta de Josephine Massarella (Canadá, 2017), e Djamilia, Aminatou Echard (França, 2018, 84’), com a presença da realizadora francesa.

O festival se encerra com o longa Arruína Teu Reino (Ruinas tu Reino), de Pablo Escoto (México, 2016), às 21h de 21 de abril.

Acessibilidade – Após o festival, o filme Diários de Classe, de Maria Carolina e Igor Sousa (Brasil, 2017, 72 min), permanece em cartaz no domingo, 22 de abril, com sessões especiais às 15 (com legendas descritivas), 17 (com audiodescrição) e 19h (com libras).

PROGRAMAÇÃO

16/04 – SEGUNDA-FEIRA

LOCAL: Lumière Banana

09h às 12h – MASTERCLASS COM STEPHEN BROOMER (CANADÁ) 

14h30 – CINEASTAS NA FRONTEIRA: LEE ANNE SCHMITT (14 ANOS)

Mulher Filma a Noite (Womannightfilm), Lee Anne Schmitt (EUA, 2015, 12 min)

A Última Caçada de Búfalos (The Last Buffalo Hunt), Lee Anne Schmitt (EUA, 2011, 78 min) 

16h30 – COMPETITIVA INTERNACIONAL DE CURTAS-METRAGENS

PROGRAMA 1 – ESTADOS DE EMERGÊNCIA (16 ANOS)

Anti Objetos, Ou Lugar Sem Trajeto ou Fronteira (Anti-objects or Space without Path or Boundary), Sky Hopinka (EUA, 2017, 13 min)

Poço dos Desejos (Wishing well), Sylvia Schedelbauer (Alemanha, 2018, 13 min)

Miragem Meus Putos, Diogo Baldaia (Portugal, 2017, 24 min)

Babilônia (Babylon), Keith Deligero (Filipinas, 2017, 20 min)

Filme de Rua, Joanna Ladeira, Paula Kimo, Zi Reis, Ed Marte, Guilherme Fernandes e Daniel Carneiro (Brasil, 2017, 24 min)

18h30 – ATUALIDADE ROSSELLINI (16 ANOS)

Alemanha, Ano Zero, Roberto Rossellini (Itália, 1948, 75 min)

*Sessão comentada pelo curador Adriano Aprà (Itália) 

21h10 – COMPETITIVA INTERNACIONAL DE LONGAS-METRAGENS (12 ANOS)

Era Uma Vez Brasília, Adirley Queirós (Brasil, 2017, 99 min)

*Sessão comentada pelo cineasta Adirley Queirós (Brasil)

 

17/04 – TERÇA-FEIRA

LOCAL: Lumière Banana (exibições)

09h às 12h – ESTADO CRÍTICO: RESIDÊNCIA DE CRÍTICA DE CINEMA

LOCAL: Cine Sonhus – Espaço Sonhus

Com Ela Bittencourt e Victor Guimarães 

14h às 15h30 – MESA: MEMÓRIA E PRESERVAÇÃO

LOCAL: Teatro Sonhus – Espaço Sonhus

Com Hernani Heffner (BRA), Stephen Broomer (CAN) e Sami Van Ingen (FIN)

Mediação de Renato Naves Prado 

15h30 – EXIBIÇÃO ESPECIAL (12 ANOS)

Protótipo (Prototype) – 3D, Blake Williams (Canadá, 2017, 62 min) 

17h – CINEASTAS NA FRONTEIRA: STEPHEN BROOMER (LIVRE)

Fontes de Paris (Fountains Of Paris), Stephen Broomer (Canadá, 2018, 9 min)

O Fantasma de Pepper (Pepper’s Ghost), Stephen Broomer (Canadá, 2013, 18 min)

Correntes Selvagens (Wild Currents), Stephen Broomer (Canadá, 2015, 6 min)

Variações de um Tema de Michael Snow (Variations On A Theme By Michael Snow), Stephen Broomer (Canadá, 2015, 7 min)

O Cais da Rainha (Queen’s Quay), Stephen Broomer (Canadá, 2012, 1 min)

Conservatório (Conservatory), Stephen Broomer (Canadá, 2013, 3 min)

Balinese Rebar, Stephen Broomer (Canadá, 2011, 3 min)

Águas Residuais (Wastewater), Stephen Broomer (Canadá, 2014, 1 min)

Forma de Relevo 1 (Landform 1), Stephen Broomer (Canadá, 2015, 2 min)

Espíritos da Estação (Spirits In Season), Stephen Broomer (Canadá, 2013, 12 min)

Christ Church – Saint James, Stephen Broomer (Canadá, 2011, 6 min)

Brébeuf, Stephen Broomer (Canadá, 2012, 10 min)

*Sessão apresentada pelo cineasta Stephen Broomer (Canadá) 

19h – ATUALIDADE ROSSELLINI (14 ANOS)

Rossellini Visto da Rossellini, Adriano Aprà (Itália, 1992, 62 min)

*Sessão comentada pelo diretor Adriano Aprà (Itália) 

21h30 – COMPETITIVA INTERNACIONAL DE LONGAS-METRAGENS (18 ANOS)

Os Olhos da Libélula (Dragonfly Eyes), Xu Bing (China, 2017, 81 min)

18/04 – QUARTA-FEIRA

LOCAL: Lumière Banana (exibições)

09h às 12h – ESTADO CRÍTICO: RESIDÊNCIA DE CRÍTICA DE CINEMA

LOCAL: Cine Sonhus – Espaço Sonhus

Com Ela Bittencourt e Victor Guimarães 

14h20 – MOSTRA ESPECIAL: EXPERIMENTOS DA DIÁSPORA AFRICANA (12 ANOS)

Como eu Poderia me Atrasar (How Can I Ever Be Late), Kevin Jerome Everson e Claudrena N. Harold (EUA, 2017, 4 min)

Arsênio Açucarado (Sugarcoated Arsenic), Kevin Jerome Everson e Claudrena N. Harold (EUA, 2014, 20 min)

Nós exigimos (We Demand), Kevin Jerome Everson e Claudrena N. Harold (EUA, 2016, 10 min)

Fronteiras Fluidas (Fluid Frontiers), Ephraim Asili (Canadá / EUA, 2017, 23 min)

Mahogany Também (Mahogany Too), Akosua Adoma Owusu (Gana / EUA, 2018, 3 min)

O Lamento do Jazz (The Cry Of Jazz), Ed Bland (EUA, 1959, 34 min)

*Sessão seguida de debate com Ádria Borges, Rei Souza, Ceiça Ferreira e Amaranta César 

17h20 – ATUALIDADE ROSSELLINI (14 ANOS)

O Medo, Roberto Rossellini (Itália, 1954, 84 min)

*Sessão apresentada pelo curador Adriano Aprà (Itália) 

19h10 – COMPETITIVA INTERNACIONAL DE LONGAS-METRAGENS (18 ANOS)

Eu Sou o Rio, Anne e Gabraz (Brasil, 2017, 78 min) 

21h – CINEASTAS NA FRONTEIRA: LEE ANNE SCHMITT (14 ANOS)

A Trilha de Farnsworth (The Farnsworth Score), Lee Anne Schmitt (EUA, 2017, 28 min)

O Expurgo da Terra (Purge This Land), Lee Anne Schmitt (EUA, 2017, 80 min)
 

19/04 – QUINTA-FEIRA

LOCAL: Lumière Banana (exibições) 

09h às 12h – ESTADO CRÍTICO: RESIDÊNCIA DE CRÍTICA DE CINEMA

LOCAL: Cine Sonhus – Espaço Sonhus

Com Ela Bittencourt e Victor Guimarães 

14h30 – ATUALIDADE ROSSELLINI (12 ANOS)

India, Matri Buhmi, Roberto Rossellini (Itália, 1959, 95 min)

*Sessão comentada pelo curador Adriano Aprà (Itália) 

17h20 – COMPETITIVA INTERNACIONAL DE CURTAS-METRAGENS

PROGRAMA 2 – O MUNDO QUE FALTA (LIVRE)

Chama (Polte), Sami Van Ingen (Finlândia, 2018, 15 min)

Encontrar o 21º Dia (To Find the Day 21st), Kieko Ikehata (Japão, 2017, 13 min)

Frases Fantásticas (Phantasiesatze), Dane Komljen (Alemanha, 2017, 17 min)

Mondo LXXV, Rei Souza (Brasil, 2017, 7 min)

Pedra Do Sol (Sunstone), Filipa César e Louis Henderson (França / Portugal, 2018, 34 min)

Terra Arrasada N. 1 (Wasteland N. 1), Jodie Mack (EUA, 2017, 4 min)

19h30 – COMPETITIVA INTERNACIONAL DE LONGAS-METRAGENS (16 ANOS)

Mariana, Chris Gude (Colômbia, 2017, 64 min) 

21h – CINEASTAS NA FRONTEIRA: LEE ANNE SCHMITT (12 ANOS)

O Lago William (William’s Lake), Lee Anne Schmitt (EUA, 2015, 12 min)

California Company Town, Lee Anne Schmitt (EUA, 2008, 76 min)
20/04 – SEXTA-FEIRA

LOCAL: Lumière Banana (exibições)

09h às 12h – ESTADO CRÍTICO: RESIDÊNCIA DE CRÍTICA DE CINEMA

LOCAL: Cine Sonhus – Espaço Sonhus

Com Ela Bittencourt e Victor Guimarães 

13h40 – ATUALIDADE ROSSELLINI (14 ANOS)

Descartes, Roberto Rossellini (Itália, 1974, 162 min)

*Sessão comentada pelo curador Adriano Aprà (Itália) 

17h30 – COMPETITIVA INTERNACIONAL DE CURTAS-METRAGENS

PROGRAMA 3 – PAISAGENS DA MEMÓRIA (14 ANOS)

O Turista No Espelho, Lourival Belém Jr. (Brasil, 2018, 26 min)

Travessia, Safira Moreira (Brasil, 2017, 5 min)

Armadilha (Decoy), Alee Peoples (EUA, 2017, 10 min)

Homem Negro Sem Identificação (Hombre Negro Sin Identificar), Javier Extremera Rodríguez (Espanha, 2017, 16 min)

Rosa, Saif Alsaegh (EUA, 2018, 17 min)

Nu Dem, Jennifer Saparzadeh (Áustria / EUA / Grécia, 2017, 9 min)

Rua dos Construtores, n. 3 (3rd Builders’ Street), Pim Zwier (Países Baixos, 2018, 13 min)

19h50 – COMPETITIVA INTERNACIONAL DE LONGAS-METRAGENS (12 ANOS)

Ouroboros, Basma Alsharif (França / Palestina / Bélgica / Catar, 2017, 77 min) 

21h30 – MOSTRA ESPECIAL: VISÕES DA DESTRUIÇÃO

PROGRAMA 3 – REVIVER O MUNDO (12 ANOS)

Útero (Womb), Scott Barley (Reino Unido, 2017, 16 min)

Plus Ultra, Helena Girón e Samuel M. Delgado (Espanha, 2017, 13 min)

Branco (Blanche), Marc Hurtado (França, 2017, 34 min)

Luz Vazada, Mancha do Amor (Light Lick, Love Stain), Saul Levine (EUA, 2018, 3 min)

Patiras, Jacques Perconte (França, 2017, 33 min)
21/04 – SÁBADO

LOCAL: Lumière Banana

14h30 – SESSÃO ESPECIAL COM ACOMPANHAMENTO DA ONOMATORQUESTRA (LIVRE)

Introdução

Em Terra (At Land), Maya Deren (EUA, 1946, 15 min)

Estudo em Coreografia para a Câmera (A Study in Coreography for Camera), Maya Deren (EUA, 1946, 4 min)

Caminho dos Gigantes, Alois di Leo (Brasil, 2016, 12 min) 

16h – EXIBIÇÃO ESPECIAL (14 ANOS)

Baixo Centro, Ewerton Belico (Brasil, 2018, 80 min)

17h40 – CADMO E O DRAGÃO (18 ANOS)

Família S2, João Henrique Pacheco (Brasil, 2017, 6 min)

Kris Bronze, Larry Sullivan (Brasil, 2018, 23 min)

Sr. Raposo, Daniel Nolasco (Brasil, 2018, 22 min)

Wide Awake, Rafael de Almeida (Brasil, 2018, 7 min)

Estou na Cachoeira, Lucas Matheus (Brasil, 2017, 21 min)

Diriti de Bdé Buré, Silvana Belini (Brasil, 2018, 18 min)

*Debate com realizadores após a sessão 

21h – SESSÃO DE ENCERRAMENTO (12 ANOS)

Arruína Teu Reino (Ruinas tu Reino), Pablo Escoto (México, 2016, 64 min)
22/04 – DOMINGO

LOCAL: Lumière Banana 

SESSÕES ESPECIAIS – ACESSIBILIDADE (LIVRE)

Diários de Classe, Maria Carolina e Igor Sousa (Brasil, 2017, 72 min) 

15h – LEGENDAS DESCRITIVAS 

17h – AUDIODESCRIÇÃO 

19h – LIBRAS

Serviço:

IV Fronteira Festival – Programação completa

Data: 12 a 21 de abril de 2018

Local: Cinema Lumière Banana Shopping – Avenida Araguaia, n. 376, Centro, Goiânia

Ingressos: R$8 inteira, R$ 4 meia e R$ 70 o passaporte para todas as sessões.

Mais infohttp://www.fronteirafestival.com

Facebookhttps://www.facebook.com/fronteirafestival/

#FFF4 #FronteiraFestival

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>